PROJETO “SANTIAGO SEGURA” PRETENDE TER A CIDADE COBERTA POR MAIS DE 4 MIL CÂMERAS

Em reunião ocorrida na Prefeitura com representantes de forças policiais, empresas de videomonitoramento, Centro Empresarial e Câmara de Vereadores, o prefeito Tiago Gorski Lacerda tratou dos primeiros passos do projeto de lei “Santiago Segura”.

Em síntese, o projeto pretende cobrir a cidade com mais de 4 mil câmeras de segurança, numa estimativa de dois anos, contando com a parceria dos moradores e clientes (residencias ou comerciais) das empresas de videomonitoramento.

O município vai oferecer desconto de 10% no IPTU para quem tiver os equipamentos adequados para captação em alta definição, que estejam voltados para a área externa (rua e calçada) e se comprometam em ceder as imagens para as autoridades, sempre que solicitados, para fins de investigações em casos de crimes ou acidentes.

“Nossa cidade já é reconhecida pela eficiência de nossa Polícia Civil, Brigada, Polícias Rodoviária Estadual e Federal, Exército, Guarda Municipal, Bombeiros. São instituições que garantem a segurança da população. Com o nosso Santiago Segura vamos reforçar ainda muito mais esse aspecto, melhorando muito mais a qualidade de vida em nosso município, que se tornará muito mais seguro”, considera o prefeito Tiago Gorski Lacerda.

Há poucos dias o prefeito esteve na Secretaria de Segurança Pública, onde assinou convênio relativo à Consulta Popular, para instalação de câmeras de videomonitoramento nas Ruas João Aquino, Osvaldo Aranha, Alceu Carvalho e Aparício Mariense, ligadas à central de monitoramento da cidade, que já cobre algumas ruas centrais.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Sadi Gioda, ressalta que as pessoas já interessadas em colaborar com o projeto, e também obter o desconto de IPTU, poderão entrar em contato na Prefeitura.

Fonte: Márcio Brasil – Prefeitura Municipal de Santiago

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *